Ciclovias

Rede de ciclovias da cidade de Setúbal

 

CicloviaSeja por motivos económicos, ambientais ou de saúde, cada vez há mais adeptos do uso da biblioteca em plena cidade, quer para passeios ou mesmo como meio de transporte para o trabalho.

Aliando as diversas razões que levam os munícipes a adotar a utilização da bicicleta como meio de transporte, às privilegiadas de características ambientais e morfológicas do concelho de Setúbal, sem esquecer a génese urbanística, a Câmara Municipal deu início à criação de uma rede ciclável.

O objetivo desta rede é minorar os efeitos nefastos da utilização do automóvel no centro histórico da cidade, criar percursos seguros e confortáveis para a circulação em bicicleta pela cidade, incentivar a população jovem para hábitos de vida mais saudáveis, apoiar a intermodalidade entre modos de deslocação suaves e transportes públicos e criar modos de regularização e moderação do tráfego automóvel, ou seja, a “acalmia de tráfego”.

Assim, foi necessária a avaliação da adequabilidade das vias rodoviárias para a circulação em bicicleta na cidade de Setúbal. Este estudo foi feito através da verificação da inclinação do terreno, do perfil e do estado de consolidação dos pavimentos das vias rodoviárias, bem como do desenho de percursos continuados e de grande direcionalidade, de fácil acesso e compreensão por parte dos munícipes e visitantes do concelho.

A rede foi definida, numa primeira fase, pela ampliação dos percursos cicláveis hoje existentes, cerca de 2,4 quilómetros, através da implantação de mais oito quilómetros de percursos cicláveis integrados nas vias rodoviárias mais importantes da cidade.

A meta é a de alcançar uma extensão aproximada de 26,5 quilómetros, complementada posteriormente com percursos alternativos que assegurarão a continuidade e sustentabilidade de uma rede ciclável que chegue a todos e se classifique como um motor urbanístico para uma nova forma de deslocação no concelho de Setúbal.